--> Lateral lavrense que não teve chance no Flamengo quer voltar à boa fase no Bahia - O Lavrense

Lateral lavrense que não teve chance no Flamengo quer voltar à boa fase no Bahia

O lateral-esquerdo Magal, que é de Lavras,  ganhou uma segunda chance para se firmar em um time da primeira divisão do futebol brasileiro. Após um 2012 sem sucesso pelo Flamengo, o jogador de 25 anos chegou ao Bahia com o pensamento e a missão de aproveitar a nova oportunidade na carreira.

“A gente sabe que vai para um clube e tem sucesso, em outros não. Futebol é assim”, resigna-se.

Ele terá a Copa do Nordeste e o Campeonato Baiano para isso. O contrato de Magal vai até dezembro, mas uma cláusula permite a rescisão em maio, caso não agrade.

Precaução do clube, estímulo para o jogador. “Futebol a gente tem que botar a cara, saber que é difícil e que você tem plenas condições. Eu tenho plenas condições, não é à toa que fui para o Flamengo”, diz Magal que fez uma boa Série B pelo Americana em 2011.

Antes, jogou no ASA, de Alagoas, no Democrata, Villa Nova, Uberlândia e Guarani de Divinópolis, todos de Minas Gerais.

O nome dele foi sugerido por Jorginho, com quem nunca trabalhou. O técnico afirma que conhece Magal de ter jogado contra e gostou. Como ele estava disponível no mercado, tornou-se interessante. Magal chega para disputar posição com Jussandro.

A contratação dele está relacionada com a incerteza que o Bahia tem em relação ao futuro de Ávine. O lateral revelado no Fazendão faz trabalhos físicos, em recuperação da segunda cirurgia no joelho direito, mas ainda não sabe quando voltará aos campos. Ávine não joga desde agosto do ano passado.

22/01/13

Fonte: Correio 24 Horas

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: