-->

Rede estadual de ensino pode ter greve no mês de junho

Os professores da rede estadual de ensino aprovaram, em assembleia, indicativo de greve para o mês de junho. A mobilização pode acontecer por tempo indeterminado e a revolta da categoria é diante de um relacionamento áspero com o governador Antonio Anastasia, que segundo os professores, está irredutível quanto ao pagamento do Piso Nacional do Magistério.
Segundo o Sind-UTE, sindicato que representa a categoria, o indicativo de greve surgiu a partir das manifestações realizadas nos dias 23, 24 e 25 de abril – uma ação nacional entre os professores que reivindicaram o pagamento do piso. E no último dia de mobilização, os professores do Estado decidiram pela greve a partir do dia 5 de junho. Caso não seja aberta uma negociação com o governo estadual até esta data, uma nova assembléia será realizada para oficializar a paralisação dos professores.

Ainda segundo o Sind-UTE, o governo de Minas não cumpre a Lei Nacional do Piso Salarial do Magistério, além de destruir a carreira (plano de cargos e salários), retirar professores habilitados de sala de aula (Ed. Fis. anos iniciais), burocratizar o processo ensino-aprendizagem e atacar os direitos constitucionais dos trabalhadores.


06/05/13


Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: