-->

Universitária vai ao banheiro e é estuprada em rodeio de Lavras

Uma universitária de 21 anos foi estuprada no início da manhã deste domingo (19) no Centro de Eventos de Lavras, onde aconteceu uma festa de rodeio. Segundo a Polícia Militar, a vítima, estudante da Universidade Federal de Lavras (Ufla), trabalhava no bar do camarote da festa e disse à polícia que foi agarrada por um rapaz quando foi ao banheiro, já no fim da festa, por volta das 6h30.

Segundo ela, o rapaz a agrediu e a obrigou a permanecer no banheiro. A moça relatou à polícia que mordeu a mão do rapaz para conseguir se soltar e fugir. Ainda na manhã deste domingo, o suspeito, de 22 anos, foi preso pela PM no Bairro Colina da Serra e levado para a delegacia da cidade. Ele é de Franca (SP) e estava em Lavras para trabalhar na montagem e desmontagem da estrutura do rodeio.

Segundo a Polícia Civil, o rapaz confirmou que teve relação sexual com a universitária, mas alega ter sido consensual. Ele continua detido na delegacia. A estudante foi encaminhada à Unidade Regional de Pronto Atendimento (URPA) para fazer exames e ser medicada.

A empresa responsável pela organização do evento, Benassi e Souza Produções, afirma que, em 22 anos de rodeios, nunca houve registros anteriores de acidentes e sustenta que o crime ocorreu depois do término da festa.

19/05/13

Fonte: G1

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
4 Comentário(s)

4 comentários:

  1. Anônimo20:49

    Safado ! Tem que mofar na cadeia ...

    ResponderExcluir
  2. Anônimo00:14

    tudo é festa!!! e agora josé................drogas,bebidas,pegação não faltaram nesses anos de rodeio............................................agora depois do ocorrido vamos ver o que acontece né?!! segurança zero!!! levem e acompanhem seus filhos e filhas .................sozinhos..............nem na missa!!!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo10:30

    FATO: O suposto estupro não ocorreu no RODEIO, e sim após o encerramento da festa, quando não havia mais público no recinto.
    Tanto vítima quanto agressor eram funcionários de empresas terceirizadas que trabalharam no rodeio (bate e montagem de estrutura respectivamente)e por isso ainda se encontravam no recinto. A vítima, inclusive, havia acabado de receber o seu provento pelo serviço, após o fechamento do caixa da boate. A segurança sempre foi uma das principais preocupação da organização do rodeio nesses 23 anos de história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simão Pedro19:55

      Você ta querendo dizer que essa moça por acaso, deu azar?? foi vitima do "destino"? aah Deixa de ser otário! Num caso de estupro, o culpado NUNCA é a vítima!

      Excluir