Prefeitura confirma 53 casos de dengue em Lavras

Prefeitura confirma 53 casos de dengue em Lavras

A Vigilância em Saúde de Lavras confirmou nesta sexta-feira (21) que chegam a 53 os casos de dengue registrados no município. A prefeitura não informou quantos desses casos são autóctones, quando o vírus é contraído na cidade e quantos foram “importados”. De acordo com o gerente da Vigilância em Saúde de Lavras, Júlio Cesar Cardoso, outros 140 casos suspeitos foram notificados e aguardam confirmação pela Fundação Ezequiel Dias (FUNED).

O combate à dengue é um trabalho de rotina em Lavras, mas a prefeitura intensifica as ações no período de calor, que se torna ambiente perfeito para a proliferação das larvas do mosquito causador da doença.

Neste sábado (22) será realizado mais um mutirão de limpeza no bairro Vila Murad. Durante o mutirão os servidores do Setor de Combate as Endemias estarão coletando todos recipientes, nos terrenos baldios, que possam acumular água, como garrafas pet, pneus, etc., além de visitar as residências para orientar a população e tornar o combate à dengue ainda mais eficiente em Lavras. Após eliminarem os focos, os agentes orientaram a população.

A dengue pode ser fatal, mas não pode ser transmitida de uma pessoa para a outra. Os sintomas às vezes se confundem com os da gripe. Entre os sintomas da dengue clássica estão febre alta, fraqueza, dor no corpo e nas juntas, dor de cabeça, dor nos fundo dos olhos. A dengue hemorrágica ainda traz outros sintomas: dor abdominal contínua, suor intenso e queda de pressão.

Em 2007, ocorreu a primeira morte por dengue me Lavras. Na época, a família do menino Isaías Costa Nogueira, de 1 ano, acusou a Secretaria Municipal de Saúde de negligência e ameaçou recorrer à Justiça para pedir que fosse investigada a conduta adotada durante todo o atendimento médico ao garoto, que residia no Bairro Àgua Limpa onde, no mesmo período, foram registrados 30 casos suspeitos da doença.

Segundo dados divulgados na terça-feira (18) pela Ministério da Saúde, Minas Gerais é o terceiro Estado que mais registrou casos de dengue nos dois primeiros meses do ano, totalizando 14.089.

Prevenção

Para evitar a propagação da dengue é necessário eliminar os locais que acumulam água e servem de criadouro para o mosquito. Entre as dicas estão: - Preencher vasos de plantas com areia; - Guardar com a boca para baixo as latas, baldes, pote e outros frascos; - Manter as caixas d'água fechadas com tampas íntegras sem rachaduras ou cobertas com tela tipo mosquiteiro; - Tratar a piscina com cloro; - Guardar os pneus em locais cobertos.

21/03/14
Postagem Anterior Próxima Postagem