;

Header Ads

Comerciantes de Lavras criticam realização de feira itinerante na cidade

imagem ilustrativa
A realização de uma feira itinerante na cidade, a Feira de Malhas e Companhia, que está sendo realizada no ginásio do Lavras Tênis Club, tem provocado a revolta de comerciantes da cidade. A feira, que começou no o dia 1º maio, está programada para ficar na cidade até o dia 11 mas empresários lavrenses questionam se ela cumpre uma lei municipal de 1995 que regulamenta a realização desse tipo de evento no município.

A Associação Comercial, Industrial e de Prestadores de Serviço de Lavras (ACIL) tem tentado, de todas as formas legais, impedir essas feiras, alegando "concorrência desleal". A ACIL avalia que os preços mais baixos cobrados pelos produtos são devido os feirantes não terem cargas tributárias a cumprirem e nem outras despesas, como as impostas pela CLT entre outros.

Muitas vezes as pessoas são iludidas com o preço mas a diferença está justamente na forma como é realizada a feira. Porque eles deixam de arrecadar impostos, arrecada lá um alvará que é o mínimo pro município, mas pegam mercadoria de outra estação e isso fica uma concorrência desleal pra quem está estabelecido no município, pagando imposto, pagando aluguel e, principalmente, gerando emprego em nossa cidade”, disse o presidente da associação, José Eustáquio Cardoso, em entrevista à rádio Cultura.

Segundo Cardoso, os 700 associados da ACIL geram em torno de 16 mil empregos. “Então tem um lado social das empresas estabelecidas em Lavras. E a qualidade da mercadoria as pessoas conhecem, sabem onde reclamar, sabem que podem trocar, o que não acontece com essas feiras”, disse.

07/05/14

11 comentários:

  1. A feira que teve na Ferroviária tava melhor que essa ai. Não gostei não, ta tudo mais caro que na outra.

    ResponderExcluir
  2. Na semana do dia das mães, considerado o segundo natal para os comerciantes, o prefeito autoriza a vinda de uma feira itinerante pra ferrar os comerciantes da cidade. Muito bom. Lavras Pode Mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem, porque aí nós pobres podemos comprar um presente melhor pras nossas mães sem cair nas mãos desses preços absurdos das lojas de Lavras.

      Excluir
    2. LEI DA OFERTA E PROCURA. BOA VIU PREFEITO, ISSO MESMO, QUEM SABE ASSIM OS COMERCIANTES DA NOSSA CIDADE PROMOVEM MAIS OFERTAS E PREÇOS MAIS JUSTOS!!! MUITO BOM, QUEREMOS MAIS FEIRAS EM LAVRAS!

      Excluir
  3. Toda vez que tem feira na cidade é essa choradeira. Todo lugar tem por que em Lavras não pode? que besteira!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os comerciantes de Lavras só querem é encher os bolsos, tem lojas que cobram preços absurdos, eles querem lucrar mais de 100% em cima da gente, bem feito quem manda explorar, deveria ter feira sempre!! Ha-ha-ha adooooooroooo!!!

      Excluir
    2. Porque Lavras quer ser a terra dos monopólios. Antes tinha um supermercado só e diziam que era bom. Agora tem vários e a concorrencia é boa para o povo. Comerciante é a mesma coisa, quer vender mais caro e quem paga é o povo. Feira é bom, quem quiser que baixe os preços pra concorrer.

      Excluir
    3. Pura verdade!!!! cidade de coronéis!! tem que acabar...que venham mais feiras!! mais concorrência...melhores preços!!! que melhore a cidade!! vejam o que aconteceu com os supermercados?? melhorou não foi?? concorrência beneficia tudo!! inclusive essa roça aqui!!

      Excluir
  4. O monopólio existe também na UFLA onde simulam concursos para ocupar vagas de professores e outros cargos, mas dão as vagas para os seus protegidos, dando falsas esperanças para os candidatos e despesas. Sugiro que onde houver o tal "professor substituto"
    não haja concurso, pois a vaga é sempre dêle.

    ResponderExcluir
  5. Essas feiras são de 5ª categoria, não é a mesma coisa quando vamos para as cidades das malhas... Monte Sião etc... são na verdade "sobras"...

    ResponderExcluir
  6. Muito bom essa feira em nossa cidade , pois os comerciantes de Lavras estão sem noção de preço querem lucrar 300% em cima da população , com preços ABSURDAMENTES caro...

    ResponderExcluir