;

Header Ads

Profissionais de saúde de Lavras recebem treinamento sobre chikungunya

Médicos, enfermeiros e agentes de endemias de Lavras começaram, nesta quarta-feira, a receber treinamento para lidar com a febre Chikungunya. A cidade possui um caso de morador que apresentou sintomas da doença. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) aguarda o resultado dos exames.

Os primeiros a passar pelo curso são 22 agentes de endemias. Os funcionários foram orientados sobre como desenvolver ações de controle, prevenção e manejo ambiental para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Na quinta-feira, a equipe da Vigilância Sanitária realizará uma nova reunião nos hospitais, na Unidade Regional de Pronto Atendimento (URPA) e com as equipes do Programa de Saúde da Família (PSF’s).

Minas Gerais já tem dois casos confirmados. Outros dez ainda são investigados. Os pacientes são moradores de Belo Horizonte, Contagem, Montes Claros, Pitangui, Lavras, Viçosa, Ipatinga e Varginha. Exames de quatro pessoas moradoras de Santo Antônio do Monte, Alfenas, Itaúna e Mato Verde, deram negativo.

Um dos vetores da chikungunya, a fêmea do mosquito Aedes aegypti, também é responsável pela transmissão da dengue, que este ano já matou mais de 40 pessoas em Minas. O outro vetor é o mosquito Aedes albopictus, comum em áreas rurais. O mosquito adquire o vírus ao picar uma pessoa infectada, durante o período de viremia, ou seja, um dia antes do aparecimento da febre até o quinto dia de doença, quando a pessoa ainda tem o vírus na corrente sanguínea. As informações são do Estado de Minas.

22/10/14

Nenhum comentário