-->

Veja como prevenir acidentes com a rede elétrica na hora de construir ou reformar

Segurança deve ser tratada com prioridade nas construções e reformas Foto: iStockphotos/Cemig

A Cemig alerta sobre os riscos de acidentes com a rede elétrica na construção civil e indica os cuidados a serem considerados principalmente nesta época do ano que antecede o período chuvoso, em que parentes e amigos se reúnem para realizar obras ou reformas em suas casas, aproveitando o clima seco.

O engenheiro eletricista Demetrio Venicio Aguiar, da Cemig, sugere que apenas profissionais qualificados sejam contratados para a execução dos serviços. Segundo ele, pedreiros, técnicos e pintores com ampla experiência no mercado já estão familiarizados com as regras de segurança e com o uso de equipamentos de proteção individual, que é fundamental para todas as atividades nas quais seu uso se faz necessário.

Ainda segundo Demetrio Aguiar, pintores que utilizam cabos de rolo de pintura feitos de materiais condutores (como alumínio e outros), além de operadores e motoristas de retroescavadeiras, guindastes e caminhões também devem prestar atenção para que, ao içar suas ferramentas de trabalho, não encostem na rede. “É preciso ter muito cuidado, porque, na rede de média tensão, não precisa encostar: a uma distância menor que 0,5 metro, a vítima já pode sofrer um choque de grande voltagem, podendo provocar queimaduras graves e até mesmo a morte”, alerta o engenheiro.

A Cemig recomenda também que, ao iniciar a obra, principalmente se for necessário corrigir a topografia, fazer terraplanagem do terreno, se houver andaimes ou se forem construídas marquises ou sacadas, é fundamental observar a localização da rede elétrica para que os serviços sejam realizados com segurança. Nesse sentido, a Cemig recomenda, ainda, que a distância mínima de segurança entre a construção e a rede elétrica seja de 1,5 metro. No caso de existência de uma distância menor do que a distância mínima de segurança, deve ser feito um contato com a Cemig pelo telefone 116 para avaliação da situação.

Demetrio Aguiar também destaca que, em alguns casos, é necessária a instalação de barreiras protetoras para garantir o manuseio seguro de vergalhões, tábuas, canos e outros materiais, de forma a impedir a aproximação deles com a rede elétrica. Além disso, como os pavimentos superiores das residências ficam mais próximos dos cabos de energia, deve-se evitar a manipulação de elementos que possam tocar ou se aproximar dos fios de energia.

26/06/18

Gostou? Então compartilhe!

Tags: , , , ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
0 Comentário(s)

0 comentários: