;

Header Ads

Lavras teve saldo negativo de empregos em janeiro

Lavras teve saldo negativo de empregos em  janeiro

O mercado de trabalho formal em Lavras voltou a amargar números negativos em janeiro deste ano. De acordo com o Cadastro geral de Empregados e Desempregados, divulgado nesta quinta-feira (28) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, a cidade perdeu 28 vagas de trabalho formal em janeiro deste ano.

O dado decorre de 638 admissões e 666 desligamentos no período. Apesar do resultado, em 12 meses, Lavras ainda acumula a geração de 125 postos de trabalho.

De acordo com o Caged, os setores que mais perderam vagas em janeiro deste ano em Lavras foram o comércio (- 42) e o setor da agropecuária (- 32).

Já o melhor desempenho foi o do setor de serviços onde foram registradas 302 contratações contra 257 desligamentos, um saldo de 45 empregos.

Brasil

A criação de vagas de trabalho formal no Brasil foi positiva no primeiro mês de 2019. Foram gerados 34.313 postos de trabalhos formais em janeiro, o melhor resultado desde 2013. Também foram registradas 1.325.183 admissões e 1.290.870 demissões de trabalhadores, em 18 unidades da Federação.

No acumulado dos últimos 12 meses, a alta na geração de empregos foi de 1,24% na comparação com o período anterior. Na comparação com dezembro, o volume de vagas geradas no primeiro mês de 2019 foi 0,09% superior.

Para o conjunto do território nacional, o salário médio de admissão em novembro foi de R$ 1.618,96 e o salário médio de desligamento de R$ 1.713,93.


Confira a evolução do emprego formal em Lavras - JANEIRO/2019
SETORES
TOTAL ADMIS.
TOTAL DESLIG.
SALDO
VARIAC. EMPR % *
EXTRATIVA MINERAL
6
3
3
2,91
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO
55
61
-6
-0,13
SERV INDUST DE UTIL PÚBLICA
1
4
-3
-1,36
CONSTRUÇÃO CIVIL
74
67
7
0,76
COMÉRCIO
157
199
-42
-0,68
SERVIÇOS
302
257
45
0,49
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
0
0
0
0,00
AGROPECUÁRIA
43
75
-32
-2,88
TOTAL
638
666
-28
-0,13
O Lavrense - FONTE: MTE

28/02/19

Nenhum comentário