;

Header Ads

Skank vai se separar após 30 anos

Skank vai se separar após 30 anos

"Após três décadas de estrada, a banda Skank vai, por hora, encerrar as atividades. É uma parada sem previsão de volta”. Assim resumiu Samuel Rosa, o mineiro líder da banda que tem 30 anos de estrada e arrebatou milhões de fãs por todo o país. A entrevista foi dada para o jornal Folha de São Paulo no dia 1º deste mês.

Partiu dele a decisão do desmanche. Quando questionado se houve consenso na banda, diz que “seria melhor perguntar” aos outros integrantes: “Mas se uma pessoa quer sair, o que acontece? A convivência é por opção, não por contrato”.

Ainda de acordo com a entrevista, a banda fará uma turnê, em 2020, de despedida. Ao que tudo indica, Samuel parte para um projeto independente e afirma ainda querer voltar a banda, mas sem qualquer data definida. "É uma parada sem previsão de volta".

O Skank foi formado em 1991, em Belo Horizonte, por Henrique Portugal (teclados), Lelo Zaneti (baixo), Haroldo Ferretti (bateria), além de Samuel Rosa (guitarra e vocal).

No último dia 26 de outubro a banda se apresentou em Lavras na segunda edição do Rock Uai. Será a última vez que a banda passou pela cidade?

Nenhum comentário