;

Header Ads

Coronavírus: governo de Minas decreta situação de emergência

Coronavírus: governo de Minas decreta situação de emergência
Foto: Pixabay

O governador de Minas, Romeu Zema (Novo), decretou na manhã desta sexta-feira (13) situação de emergência em saúde pública por causa do Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG) investiga 289 casos suspeitos da doença; o Ministério da Saúde monitora 117. Dois foram confirmados.

A medida autoriza a realização compulsória de exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras clínicas, vacinação e outras medidas profiláticas e tratamentos médicos específicos.

Além disso, também desburocratiza, por meio da dispensa de licitações, a aquisição de insumos, bens e serviços de saúde destinados ao enfrentamento do coronavírus.

Orientações

Por se tratar de um vírus de transmissão respiratória, o contágio acontece de forma rápida, especialmente pelo contato próximo com um indivíduo doente, por meio da fala, tosse e espirro. Por isso, neste momento, a Secretaria Estadual de Saúde orienta a população a evitar o contato físico com pessoas que apresentem sintomas respiratórios, incluindo apertos de mão e abraços. A circulação em locais fechados com pouca movimentação de ar também deve ser evitada.

Outras medidas devem ser tomadas, incluindo lavar as mãos com frequência, evitar compartilhamento de alimentos, copos, talheres, toalhas e outros objetos de uso pessoal, nunca usar as mãos para tossir ou espirrar e manter os ambientes arejados e com entrada de ar. Não há, ainda, orientações relacionadas ao cancelamento de aulas, shows e outros eventos que reúnam aglomerações. Contudo, as medidas são bem dinâmicas e a SES-MG acompanha o avanço dos casos e tomará as medidas que se mostrarem necessárias para a contenção do vírus, conforme avaliação de risco.

Nenhum comentário