;

Header Ads

Nascidos em agosto podem sacar 2ª parcela do auxílio emergencial

As retiradas podem ser feitas em agências da Caixa Econômica ou nas casas lotéricas

Nascidos em agosto podem sacar 2ª parcela do auxílio emergencial
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil


A segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 está liberada, a partir desta segunda-feira (8), para cerca de 2,6 milhões de trabalhadores informais nascidos no mês de agosto. 

As retiradas podem ser feitas em agências da Caixa Econômica ou nas casas lotéricas. A liberação dos recursos vale para aqueles beneficiários que receberam o primeiro pagamento até o dia 30 de abril. Além dos que fazem aniversário em agosto, o saque da segunda parcela do benefício segue disponível aos nascidos entre os meses de janeiro e julho, que tiveram os recursos liberados nos últimos dias.

Caso não efetivem o saque, os aniversariantes dos seis primeiros meses do ano ainda podem sacar os valores até o final do calendário, que se encerra no dia 13 de junho.

Como sacar

Para sacar, é necessário gerar um código autorizador (token) no aplicativo Caixa Tem. Caso os beneficiários tenham dificuldade para gerar o código, esse serviço poderá ser realizado nas agências da Caixa.

A partir desta data, também será possível a transferência do benefício para contas da Caixa ou de outros bancos. Para evitar aglomeração e filas nas agências, esse grupo já teve o valor depositado na conta poupança digital desde o dia 20 de maio. Agora terá a possibilidadede sacar em dinheiro.

Mas por meio do aplicativo Caixa Tem é possível pagar contas de água, luz, telefone e boletos, além de fazer compras de alimentos, roupas ou medicamentos pela internet. E também pagar por meio de QR code, aproximando o celular das maquininhas.

Confira o calendário de saques da segunda parcela do auxílio:

Nascidos em janeiro - 30 de maio (2,6 milhões)

Nascidos em fevereiro – 1º de junho (2,4 milhões)

Nascidos em março – 2 de junho (2,7 milhões)

Nascidos em abril – 3 de junho (2,6 milhões)

Nascidos em maio – 4 de junho (2,7 milhões)

Nascidos em junho – 5 de junho (2,6 milhões)

Nascidos em julho – 6 de junho (2,6 milhões)

Nascidos em agosto – 8 de junho (2,6 milhões)

Nascidos em setembro – 9 de junho (2,6 milhões)

Nascidos em outubro – 10 de junho (2,6 milhões)

Nascidos em novembro – 12 de junho (2,5 milhões)

Nascidos em dezembro – 13 de junho (2,5 milhões)
Quem tem direito

O auxílio foi criado para minimizar a crise provocada pelo coronavírus na população de baixa renda e de trabalhadores informais.

Para ter direito ao benefício é preciso estar desempregado, ou ser microempreendedor individual, contribuinte individual da Previdência Social e trabalhador informal.

Além de pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Nenhum comentário