;

Header Ads

Lavras participa de projeto sobre novas cultivares de trigo

Objetivo é apresentar aos agricultores opções de trigo mais produtivos e com mais sanidade

Lavras participa de projeto sobre novas cultivares de trigo

Minas Gerais ocupa o terceiro lugar na produção de trigo no país, atrás do Paraná e do Rio Grande do Sul, mas o volume ainda é insuficiente para suprir a demanda do estado pelo produto, calculada em quase um milhão de toneladas por ano.

Para ampliar a produção e a qualidade dos grãos, a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), em parceria com a Embrapa, vem realizando pesquisas de manejo e melhoramento genético. Um dos focos é o município de Patos de Minas, na região do Alto Paranaíba.

As ações envolvem ainda o incentivo ao plantio de trigo na entressafra e na rotação de culturas em todo o estado, além de projeto da Epamig para diversificar as cultivares de trigos plantadas nas regiões Sul e Campo das Vertentes. O objetivo das pesquisas é apresentar aos agricultores opções de trigo mais produtivos, com mais sanidade e com qualidade de farinha igual ou superior as já plantadas na região.

Resultados

De acordo com os pesquisadores da Epamig Aurinelza Condé e Fábio Aurélio, uma das parcerias, com o Moinho J Macedo, está desenvolvendo a adaptabilidade e estabilidade de cultivares comerciais de trigo indicados para diferentes municípios. 

O projeto avalia a viabilidade de plantio de 11 novas cultivares nos municípios de Lavras, Nazareno, Carrancas, Lambari, Cambuquira e Boa Esperança, cuja colheita das cultivares mais precoces começou na última semana. Segundo os pesquisadores, a maioria das cultivares testadas tem apresentado boas características agronômicas e sanidade de lavoura

Além disso, são mais resistentes e tolerantes à brusone, uma das doenças mais danosas às plantações de trigo. A expectativa é que a farinha produzida a partir desse material seja de excelente qualidade. 


"Esperamos que, até o final dos trabalhos, a gente possa indicar aos produtores opções de cultivares de trigo mais produtivas, com diferentes ciclos de plantio, mais tolerantes às principais doenças da cultura e com boa aceitabilidade pelos moinhos”, projeta Aurinelza Condé.


Os resultados acerca dos experimentos são esperados para o início do mês de setembro. A Epamig é uma empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa - MG).

Nenhum comentário