Sem ganho real, salário mínimo já vale R$ 1.100

Valor representa reajuste de 5,26% em relação ao valor atual

Sem ganho real, salário mínimo já vale R$ 1.100

Assinatura de uma medida provisória (MP) na última terça-feira (30), pelo presidente Jair Bolsonaro, elevou o salário mínimo para R$ 1.100, com vigência a partir de 1º de janeiro. O valor anterior era de R$ 1.045, o representa um aumento de 5,26%.

Esse é o percentual estimado para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulada em 2020. Na prática, assalariados e beneficiários do INSS ficarão pelo segundo ano seguido sem aumento real na remuneração (ganho acima da inflação).

“O valor de R$ 1.100,00 se refere ao salário mínimo nacional. O valor é aplicável a todos os trabalhadores, do setor público e privado, e também para as aposentadorias e pensões”, afirmou o presidente.

Em meados de dezembro, o Congresso havia aprovado a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, fixando o salário-mínimo em R$ 1.088. Na proposta aprovada pelos parlamentares, não houve aumento real no salário, tendo sido feita apenas a correção com base na previsão da inflação acumulada no ano, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem