Lavras receberá mais 3.465 doses de vacinas contra a covid-19

Lavras receberá mais 3.465 doses de vacinas contra a covid-19

O governo de Minas informou neste sábado (17), que o município de Lavras receberá mais 3.465 dose de vacinas contra a covid-19. O quantitativo é parte das 701.200 doses de vacinas contra a covid-19 distribuídas às 28 Unidades Regionais de Saúde (URSs). Os imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde chegaram ontem, ao estado, e compõem a pauta n.13 do Programa Nacional de Imunizações (PNI) para operacionalização de vacinação contra a covid-19. 

São 426.000 doses da AstraZeneca e 275.200 da CoronaVac, para dar prosseguimento à maior campanha de imunização da história de Minas.

A segurança e a agilidade da operação logística são garantidas pelo apoio das Forças de Segurança e Salvamento, disponibilizando as aeronaves do Batalhão de Operações Aéreas (BOA), do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), e efetivo terrestre da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) para transporte e escolta dos insumos.

“A secretaria orienta municípios e gestores de Saúde conforme o Programa Nacional de Imunização (PNI): todas as doses entregues aos municípios devem dar continuidade às campanhas de vacinação observando a cobertura dos públicos prioritários”, explica a coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Josianne Gusmão.

Lavras3.265 doses
Bom Sucesso660 doses
Nepomuceno960 doses
Nazareno285 doses
Ijaci215 doses
Itumirim225 doses
Campo Belo2.120 doses
Ribeirão Vermelho170 doses
Perdões765 doses

 

Públicos prioritários 

Conforme Informe Técnico emitido pelo Ministério da Saúde, esta etapa da campanha deve distribuir as doses 2 relativas ao esquema vacinal dos trabalhadores da Saúde (2,0%) e da população de 65 a 69 anos (23%).

Será entregue, ainda, a dose 1, direcionada aos grupos de trabalhadores de Saúde, de pessoas de 65 a 69 anos e dos grupos das Forças de Segurança e Salvamento e Forças Armadas. Idosos entre 60 a 64 anos são contemplados por esse novo lote.


Grupos atendidos até o momento, no Brasil

• 100% das pessoas idosas (igual ou superior a 60 anos) residentes em instituições de longa permanência (institucionalizadas) - ILPI;

• 100% das pessoas com deficiência, vivendo em residências inclusivas (institucionalizadas), maiores de 18 anos;

• 100% da população indígena aldeada em terras homologadas, maiores de 18 anos;

• 100% das pessoas com 90 anos ou mais

•      100% das pessoas com 85 a 89 anos

•      100% das pessoas de 80 a 84 anos

•      100% das pessoas de 75 a 79 anos

•      100% das pessoas de 70 a 74 anos

•      100% das pessoas de 65 a 69 anos

•      2,4% das pessoas de 60 a 64 anos

•      100% da população quilombola e ribeirinha

•      100% dos trabalhadores de saúde seguindo os critérios de prioridade.

•      18% das Forças de Segurança e Salvamento


Fonte: Plano de Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem