Estado anuncia publicação de promoções da Polícia Civil

A autorização da publicação de edital de 142 promoções de servidores da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e a perspectiva de regularização, até o final deste ano, do restante dos editais de promoções que estão atrasados desde o segundo semestre de 2019 foram anunciadas nesta quarta-feira (23) por representantes do Governo do Estado. Eles participaram de audiência da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Estado anuncia publicação de promoções da Polícia Civil
Secretária de Planejamento e delegado-geral da Polícia Civil  - Foto:Luiz Santana

As promoções e progressões dos servidores estão previstas na Lei Orgânica da PCMG. Conforme a norma, a progressão é a passagem do policial civil do grau em que se encontra para o grau subsequente, no mesmo nível da carreira a que pertence, quando cumpridos os requisitos legais.

A reunião foi agendada após servidores da corporação relatarem que, apesar de cumprirem os requisitos necessários para ter direito à progressão por antiguidade, não estão recebendo o benefício. O presidente da comissão e autor do requerimento, deputado Sargento Rodrigues (PTB), lembrou que o colegiado aprovou e encaminhou ao governo vários requerimentos cobrando providências, mas não obteve respostas. Ele reivindicou a regularização do pagamento dos benefícios.

A secretária de Estado de Planejamento e Gestão, Luísa Barreto, reconheceu o atraso nas publicações e afirmou que o Estado está empenhado em regularizar a situação. Ela anunciou que na última terça (22) foi aprovada a publicação de 142 promoções, sendo que 100 são relativas às carreiras de escrivães e de investigadores refentes ao segundo semestre de 2019.

O chefe da PCMG, delegado Joaquim Francisco Neto, acrescentou que a expectativa é que, até o final do ano, sejam regularizadas as publicações dos editais das promoções relativas aos anos de 2020 e 2021. 

Modelo de carreiras deve ser revisto

Durante a reunião, o chefe da Polícia Civil explicou que, atualmente, as promoções dependem de vagas, mas que uma reformulação do sistema de carreiras está sendo elaborada. Ele considera o modelo atual ultrapassado e afirmou que espera que o governo encaminhe à Assembleia projeto com as alterações necessárias.

Fonte: Ascom ALMG

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem