Policiais civis participam do 2º Congresso de Ciências Forenses

Policiais civis participam do 2º Congresso de Ciências Forenses

Policiais do quadro da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ministraram palestras e atividades práticas no 2º Congresso Sul-Mineiro de Ciências Forenses, promovido pelo Centro Universitário de Lavras (UniLavras), entre os dias 9 e 11 de setembro. O evento, realizado de forma gratuita e via plataforma on-line, abordou diferentes questões da perícia, medicina legal e investigação policial. Representando a PCMG, participaram três peritos criminais, um médico-legista e um delegado de polícia.

De acordo com o perito criminal Tales Giuliano Vieira, chefe do Posto de Perícia Integrado (PPI) em Lavras e também organizador do congresso, a programação foi voltada para graduandos de diversas áreas e profissionais que atuam no segmento de ciências forenses. “Buscamos, com o evento, promover a formação continuada de peritos e demais profissionais da segurança pública, bem como a capacitação e a preparação para concursos para o público em geral”, informa.

Além do perito Tales Vieira, que interagiu com os participantes em um local simulado de crime, “O Mistério no Bar da Esquina”, a perita criminal Daniella Rodrigues Caldas Leite, lotada na Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC), e o perito criminal Fabiano Marques da Silva Santos, chefe da Seção Técnica de Balística e Identificação de Armas e Munições, discorreram sobre “Cadeia de Custódia”. Já o perito criminal Evaldo Pinheiro, da Seção Técnica de Documentoscopia do Instituto de Criminalística, abordou o tema “Documentoscopia e Grafotécnica”.

No campo da medicina legal, o chefe do Posto Médico-Legal (PML) em Lavras, médico-legista Antônio Olintho, apresentou para o público aspectos da “Traumatologia Forense”. No campo da investigação criminal, o delegado Pedro Paulo Uchôa Fonseca Marques, chefe do 6º Departamento de Polícia Civil em Lavras, tratou sobre “Crimes Cibernéticos e a Atual Legislação Penal Brasileira”.

O superintendente da SPTC, Thales Bittencourt de Barcelos, ressalta a importância do evento: “A Perícia Criminal é uma ciência que demanda constante atualização. Temos muito orgulho dos colegas que organizaram o Congresso de Ciências Forenses, evento de altíssima qualidade e que certamente engrandece a Polícia Civil de Minas Gerais”.

Também participaram como palestrantes o perito criminal da Polícia Civil do Estado de Goiás, Walker Toledo, que tratou da “Atuação do Perito Criminal de Local”; o perito oficial do Instituto de Polícia Científica da Paraíba, Rony Costa, com o tema “Toxicologia Forense”; o perito criminal da Polícia Técnico-Científica do Amapá, Pablo Francez, sobre “Entomologia Forense”; e as analistas da Agência Regional de Proteção Ambiental da Bacia do Rio Grande (Arpa), Josina Carvalho e Aline Pereira, que palestraram sobre “Perícia Ambiental”. 

Fonte: Ascom PCMG

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem