LIXÃO CONTAMINA NASCENTES E REVOLTA MORADORES EM LAVRAS


Os moradores que vivem próximo a um lixão em Lavras, estão reclamando das condições do local. O lixão, que fica perto da rodovia que liga o município à cidade de Itutinga, recebe em média 50 toneladas de lixo por dia.

Segundo a antiga dona do terreno, que foi desapropriado pela prefeitura, com a saturação do espaço, há três meses o lixo está sendo depositado onde seria construída a unidade administrativa do aterro.

No local os catadores de lixo trabalham de forma ilegal e sem fiscalização , além do mau cheiro, os moradores reclamam da contaminação do local. O comerciante Sebastião Silvestre diz que os resíduos não estão sendo cobertos com terra conforme determina a lei.

Os moradores também denunciam que três minas de água que abastecem 10 famílias estão contaminadas. Por causa disso, o aposentado Geraldo Canestre Filho e a esposa Maria Ismênia desistiram de usar a água de uma das minas.

A assessoria de Meio Ambiente da prefeitura confirma a contaminação de algumas nascentes. O assessor da secretaria, Sérgio de Mello Correa, afirma, no entanto, que a capacidade do aterro controlado é suficiente para receber o lixo da cidade e que os resíduos foram depositados em outro local por causa da chuva.

Segundo a prefeitura, um aterro sanitário está em construção e deve ficar pronto em dois meses. O depósito de lixo atual será desativado e deverá receber uma cobertura vegetal. Ainda de acordo com a prefeitura, os catadores de lixo reciclável serão organizados em uma associação para que a situação deles seja regularizada.

Fonte: Eptv
Postagem Anterior Próxima Postagem