Lei sobre abuso de autoridade entrou em vigor em todo o país

Legislação que pune 45 condutas de todos os agentes públicos do Brasil


Lei sobre abuso de autoridade entrou em vigor em todo o país

Entrou em vigor na última sexta-feira (3) a lei de abuso de autoridade. A lei criminaliza 45 condutas de agentes públicos que poderão ser punidas até com prisão.

Dentre as medidas da nova lei estão a punição de agentes por decretar condução coercitiva de testemunha ou investigado antes de intimação judicial; promover escuta ou quebrar segredo de justiça sem autorização judicial; divulgar gravação sem relação com a prova que se pretenda produzir; continuar interrogando suspeito que tenha decidido permanecer calado ou que tenha solicitado a assistência de um advogado; interrogar à noite quando não é flagrante; e procrastinar investigação sem justificativa.

Veja também:
Recesso forense vai até o dia 20 de janeiro

O novo texto expande as condutas descritas como abusivas na legislação anterior, de 1965 e que era exclusiva para o poder Executivo, estabelecendo que seus dispositivos se aplicam a servidores públicos e autoridades, tanto civis quanto militares, dos três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) e também do Ministério Público (MP).

A lei prevê multa, perda do cargo público ou até quatro anos de prisão para quem for enquadrado no crime de abuso de autoridade.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem