Frente parlamentar vai discutir soluções para fila de cirurgias eletivas

Frente parlamentar vai discutir soluções para fila de cirurgias eletivas
Foto: Cristiano Machado / Imprensa MG

Uma frente ampla parlamentar sobre cirurgias eletivas, que conta com a participação de deputados de todo o Brasil, foi lançada nesta terça-feira (28/3), na Câmara dos Deputados, em Brasília.

O governador Romeu Zema e o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, participaram da cerimônia de lançamento da frente, que é presidida pelo deputado federal mineiro Emidinho Madeira.

A associação de parlamentares tem como objetivo acompanhar, debater, encaminhar e apoiar demandas relacionadas às cirurgias em todo o país. O grupo foi criado após a aprovação do requerimento que recebeu a assinatura de 204 parlamentares. Os deputados agora vão promover debates, simpósios, seminários e outros eventos relacionados à defesa das cirurgias eletivas.

É considerada cirurgia eletiva aquela intervenção que não possui caráter emergencial, podendo ser feita sem um tempo definido. A maioria é simples, com a alta do hospital ocorrendo, no máximo, 24 horas após a realização.

O governador Romeu Zema parabenizou a ação dos parlamentares.


 “Fico muito satisfeito de estarmos implantando essa frente parlamentar que, com certeza, vai salvar milhares de vidas e tirar, talvez, milhões de pessoas do sofrimento, porque é muita gente que está aguardando na fila. Parabenizo o deputado e todos os participantes, e ressalto que vamos auxiliar no que pudermos contribuir”, afirmou Zema.


Romeu Zema destacou ainda que o Governo de Minas tem atuado em conjunto com os prefeitos para melhorar a saúde do estado.

Ele lembrou, também, o papel fundamental da atenção primária à saúde no acolhimento e atendimento à população que precisa dos serviços médicos.

“Muitas vezes, a situação se agrava porque o cidadão não teve a condição de ter este atendimento com agilidade, de detectar algo que talvez uma fisioterapia, um pequeno procedimento cirúrgico pudesse resolver antes de tomar uma proporção maior”, acrescentou.


Minas à frente


O secretário de Estado Saúde, Fábio Baccheretti, disse que a frente criada é a prova de que unir o trabalho de parlamentares e de quem faz as políticas públicas de saúde funciona e é fundamental.

“Quando atuamos juntos, nas ações dos estados e dos parlamentares, estaduais e federais, os recursos se multiplicam, que é algo semelhante ao que estamos realizando em Minas Gerais. Por isso, ressalto aqui a importância dessa ação para discutir esse problema histórico que acontece em todo o Brasil, que são essas cirurgias que se acumulam e as filas de espera que aumentam, fazendo com que as pessoas fiquem anos aguardando cirurgia”, disse.

Neste ano, segundo o secretário, serão investidos pelo Governo do Estado R$ 256 milhões para conseguir zerar de vez as cirurgias eletivas. Com isso, ‘vamos dar ao paciente a possibilidade de operar e, consequentemente, gerar melhor qualidade de vida para os mineiros”, acrescentou o secretário.


Fonte: Agência Minas

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال