Professores da Federal de Lavras encerram greve

reitoria da UFLA

Os docentes da Universidade Federal de Lavras (UFLA) decidiram,  em assembleia realizada no dia 25/6, pelo encerramento da greve na instituição. 

A decisão foi comunicada pela Associação de Docentes da UFLA (Adufla), seção sindical do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN). O acordo proposto pelo governo federal será assinado na próxima quinta-feira, dia 27, em Brasília.

Após a comunicação da decisão, a Reitoria da UFLA convocou uma reunião extraordinária do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE/UFLA) para a próxima quarta-feira, 3/7. A pauta da reunião inclui o retorno do calendário letivo e o cronograma acadêmico.

Durante a reunião do CEPE, serão apreciadas as propostas de calendários letivos para 2024/1 e 2024/2, apresentadas pela Pró-Reitoria de Graduação (PRG) e Pró-Reitoria de Pós-Graduação (PRPG). 

Essas propostas preveem o retorno das aulas no dia 8/7. A Direção Executiva recomendou que os calendários fossem planejados considerando o cuidado e a sensibilidade com toda a comunidade universitária, sem prejuízo para as atividades acadêmicas. As propostas também levam em consideração o retorno seguro e organizado dos estudantes.

Os novos calendários acadêmicos da graduação e da pós-graduação serão divulgados nos canais de comunicação da UFLA no dia da sua aprovação.


Contexto do movimento


A greve docente na UFLA teve início em 29/4. Em uma primeira medida de gestão, o reitor, professor José Roberto Scolforo, editou a Portaria Reitoria nº 281 em 5/5, suspendendo o calendário 2024/1 dos cursos presenciais de graduação e da pós-graduação Stricto sensu nos câmpus Lavras e São Sebastião do Paraíso. Em reunião realizada em 16/5, o CEPE/UFLA referendou, por unanimidade, a suspensão do calendário letivo e do cronograma acadêmico.

A Adufla segue a decisão do Comando Nacional de Greve para a saída coletiva do movimento e pela assinatura de acordo conforme proposto pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. Nesta terça-feira (25/6), a Adufla também definiu pela realização de uma nova assembleia dos professores no dia 28/6, sexta-feira, para o encerramento oficial da greve e a dissolução do Comando Local de Greve (CLG). A previsão de retorno das atividades docentes deverá ocorrer até o dia 3 de julho.  

Os servidores técnico-administrativos da UFLA permanecem em greve, com movimento deflagrado na UFLA em 11/3. O movimento grevista segue a mobilização nacional coordenada pela Federação Sindical dos Servidores da Educação Federal (Fasubra).

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال