PM lança cartilha com dicas voltadas à segurança nas escolas

PM lança cartilha com dicas voltadas à segurança nas escolas

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) iniciou a semana com o lançamento de cartilha com dicas de segurança voltadas ao ambiente escolar. A ação integra a Operação de Proteção Escolar, de natureza preventiva e lançada pela PMMG em 10/4 com o objetivo de promover articulação entre polícia e comunidade para ampliar e fortalecer a rede de proteção às unidades de ensino públicas e privadas.

O material traz, entre outras dicas, alerta sobre notícias falsas que são compartilhadas nas redes sociais e como denunciar conteúdos relacionados a ataques às escolas ou pessoas em atitudes suspeitas, além de orientação sobre respeito aos colegas e professores e materiais que podem ser levados para unidades de ensino. 


"Considerando que cada estudante e integrante da comunidade escolar pode contribuir para a rede de segurança, a cartilha tem como foco levar informações de autoproteção", destacou o porta-voz da PMMG, Cristiano Araújo.


 


Força-tarefa  


Desde o lançamento da Operação de Proteção Escolar, cerca de 6,9 mil escolas mineiras já receberam a visita de policiais militares. 

Durante as visitas, policiais repassam dicas de segurança e de autoproteção aos estudantes, professores e demais profissionais da educação. A agenda prevê, ainda, palestras e outras ações educativas e de prevenção para fortalecer a rede, criando uma rotina educativa.

"Continuaremos a operação ao longo da semana, com previsão de empenho maciço do serviço operacional na quinta-feira (20/4). Militares que atuam na administração serão deslocados para a porta das escolas, aumentando o efetivo disponível para a operação e a segurança da comunidade escolar", destacou o capitão Cristiano Araújo.


Fake news


A PMMG também aborda notícias que têm circulado nas redes sociais e causado insegurança entre a comunidade escolar de todo o estado. 

Num primeiro momento, o capitão tranquilizou a comunidade com a  informação de que a inteligência da PMMG não detectou anormalidades em Minas Gerais. "Quase a totalidade das informações checadas por nós são inverídicas", disse.

A Polícia Militar reforça que toda ameaça que chega à corporação é checada. Essa informação ou ameaça passa a ser considerada boato somente após a instituição concluir a verificação de procedência e conteúdo. 

Nesse sentido, alertou o capitão, as pessoas não devem consumir como verdade - e de imediato - tudo o que é publicado na Internet. Ele ressaltou, ainda, que as forças policiais seguem sempre mobilizadas para a melhor resposta de segurança e proteção aos mineiros.

"Episódios de violência causam sensação de insegurança generalizada, mas não estamos alheios. Todos os nossos esforços estão voltados para fortalecer essa rede de proteção. Ameaça para uma escola significa ameaça para todas", disse. "Neste momento, reitero, não há qualquer lastro de ameaça de ataque a escola em Minas detectado pelos órgãos de inteligência", concluiu.

 


Programas


O Proerd é iniciativa da Polícia Militar de Minas Gerais com base no Projeto D.A.R.E. Drug Abuse Resistance Education (D.A.R.E.), implantado inicialmente em Los Angeles/EUA, em 1983, e atualmente presente em mais de 58 países do mundo. O objetivo do programa é a prevenção ao uso abusivo de drogas e o combate à violência entre jovens.

As aulas são ministradas por policiais militares fardados que, orientados por manuais específicos, ensinam crianças e adolescentes a reforçar a autoestima, lidar com tensões, resistir às pressões do ambiente, além de aprimorar o espírito de cidadania.


Fonte: Agência Minas

 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال