Suspeito de estuprar o enteado é preso em Nepomuceno

algemas

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava o abuso sexual de uma criança de 6 anos na cidade de Nepomuceno. O suspeito, um homem de 22 anos e padrasto da vítima, foi indiciado e preso por estupro de vulnerável e maus-tratos.

As investigações tiveram início em 24 de janeiro deste ano, quando a criança foi levada ao hospital pela mãe. Os médicos diagnosticaram lesões no reto e no intestino da criança, que foram consideradas graves.

Diante disso, o menino foi encaminhado a uma unidade hospitalar em Lavras para realizar exames de corpo de delito, conduzidos pela Polícia Civil, além de passar por um procedimento cirúrgico.

O médico-legista apontou que as lesões poderiam ter sido causadas por complicações clínicas, mas também indicou a possibilidade de abuso sexual. Com base nessa suspeita, o inquérito policial foi instaurado, e durante as investigações, foi solicitado ao Poder Judiciário que o menino prestasse um depoimento especial.

Segundo o relato da vítima, o padrasto a agredia fisicamente, chegando a levá-la ao “mato” para bater nela. Além disso, no dia em que precisou ser hospitalizada, o padrasto teria abusado sexualmente dela no banheiro, introduzindo um objeto em seu ânus, causando as lesões mencionadas.

A Polícia Civil representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça e cumprida hoje. O homem, que optou por não se manifestar, foi encaminhado ao sistema prisional para aguardar os desdobramentos do processo legal. 


Fonte: PCMG

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال