-->

Garotinha com "síndrome do lobisomem" é abandonada pelos pais

Chinesinha teve 60% do corpo afetado pela doença

Além de ser portadora de uma doença grave, a pequena Liu Jiangli, de 6 anos, sofreu a dor de ter sido abandonada pelos pais. A chinesa sofre de Hipertricose, uma condição rara que faz crescer pelo em várias partes do corpo. Por causa da doença, os pais da menina a abandonaram em um hospital de Guiyang, província de Guizhou.

As informações foram publicadas no períodico "The Sun". Segundo o jornal, o pai de Liu ficou com vergonha da filha doente e abandonou a menina no hospital. A mãe da garotinha foi embora de casa ainda mais cedo, quando Liu tinha apenas dois anos.

A equipe médica do hospital onde a pequena esteve internada espalhou pela cidade um jornal pedindo aos pais ou responsáveis que buscassem a menina. Seis meses após a publicação, o avô de Liu apareceu e levou a menina para a casa.

Ter 60% do corpo atingido pela "síndrome do lobisomem" não é o único problema da pequena Liu. Além de ter sido abandonada pelos pais, a menina não consegue ir à escola e não tem amigos.

A Hipertricose atinge uma a cada 1 bilhão de pessoas, em média.

Gostou? Então compartilhe!

Tags:

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
3 Comentário(s)

3 comentários:

  1. Anônimo07:53

    Essa menina sofre literalmente na pele. Tomara que quando crescer ela consiga ter condição prá tratar a hipertricose, mas até lá...
    Existem coisas que a gente passa quando criança e jamais esquece. Uma coisa é passar com alguma explicação, outra é passar com pouca explicação ou nenhuma explicação na infância. Espero que ela não venha ter depressão por ficar assim tão isolada, o perigo é isso e o desenvolvimento de agressividade latente ou tantos outros males piores. O tempo é palavra chave em situações como essa.

    ResponderExcluir
  2. Nossa coitadinha :/ , alem de ter essa doença ainda e abandonada pelos pais ,nossa ! Sabe eu acho que independente te qualquer coisa , o AMOR vem em primeiro lugar ,imagina a dor e a tristeza que essa garotinha ta passando e ainda a dor de ser rejeitada pelos amigos e principalmente pelos pais ,foda de mais ..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo18:22

      verdade e sera que esses pais nao tem amor

      Excluir