Escola pública de Lavras é assaltada pela 4ª vez

A Escola Estadual Tiradentes, no bairro Jardim Floresta, em Lavras,foi arrombada quatro vezes em pouco mais de um mês. O segundo fato que chama a atenção é que a unidade escolar fica ao lado do Batalhão da Polícia Militar. Um muro separa a escola da PM, que tem policiamento 24 horas. A Escola Estadual Dora Matarazzo, no Jardim Europa, também foi alvo de vandalismo nos últimos dias. Levaram o computador da biblioteca, a TV e o vídeo cassete.

Mais Roubos

Na regional de Lavras, que compreende 141 municípios, 253 furtos foram registrados em escolas públicas em 2004. Neste ano, já são 238. Em Lavras, os arrombamentos subiram de oito para 11 entre 2004 e 2005. Esta estatística aponta os furtos até agosto passado.

Segundo professores e funcionários, os alvos principais dos vândalos são equipamentos eletrônicos como Televisores e computadores, mas alimentos das cantinas também são levados.

Os furtos estão preocupando tantos os professores que eles estão levando objetos de valores e documentos para casa. A violência também tem atrapalhado o desempenho dentro de sala de aula. "Estamos trabalhando só com giz e quadro negro", disse a professora Cláudia de Paula Fernandes.
O promotor de Lavras, Aécio Rabelo, disse acreditar que os furtos são praticados por jovens viciados em drogas. Os equipamentos roubados seriam trocados por entorpecentes. A Polícia Civil está investigando os casos, mas ninguém foi preso ainda.

O capitão da Polícia Militar em Lavras, Maurílio Ângelo Andrade, disse que rondas são feitas nas 47 unidades escolares da cidade. Ele disse ainda que as escolas precisariam de contratar vigilantes para inibir os criminosos. Sobre o fato de apenas um muro separar escola e PM, o policial afirmou que a entrada da escola é do outro lado da rua, facilitando a ação dos criminosos.


ASSALTO A LOTÉRICA

Três homens armados com revólvers assaltaram na tarde de ontem a Casa Lotérica Gandula, na avenida Comandante Soares Júnior. Segundo J.M.F de 49 anos, proprietário da casa lotérica, um homem de cor clara, usando boné branco, adentrou em seu estabelecimento e ficou observando o movimento. Logo após, adentraram no local mais dois indivíduos que anunciaram o assalto, sendo que todos os três estavam de posse de armas de fogo, aparentando ser pistolas.

Os assaltantes obrigaram a vítima a entregar todo dinheiro, uma quantia estimada entre R$5.000,00 a R$8.000,00 reais, entre dinheiro e cheques, e ainda levaram o seu celular,documentos pessoais e as chaves de seu veiculo da vítima, fugindo em seguida. Os ladrões são jovens, idade entre 23 a 25 anos. A PM ainda não tem pistas dos assaltantes.

13/12/05
Postagem Anterior Próxima Postagem