Autoridades de Lavras cobram término da duplicação da BR 265

A necessidade de concluir as obras de duplicação da BR 265, entre Lavras e a Rodovia Fernão Dias, levou a Comissão de Transporte, Comunicação e Obras Públicas da Assembléia Legislativa de Minas Gerais a promover uma audiência pública na cidade nesta sexta-feira (7).

A obra começou no ano de 2001 e apenas 50% do trecho, que tem 17,9 quilômetros, foi concluído. Há quatro anos ela está paralisada. Segundo o representante do Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes (Dnit), Sílvio Duarte Melo, serão necessários R$ 37 milhões para o término da duplicação.

Uma pequena parte deste valor foi anunciada pela prefeita Jussara Menicucci. Segundo ela, o ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, garantiu que R$ 5 milhões serão liberados do orçamento deste ano, por meio de Medida Provisória, para que a segunda colocada no processo de licitação, a Construtora Ápia, possa assinar o contrato e dar prosseguimento às obras. "A expectativa é que esta liberação ocorra na semana que vem", afirmou a prefeita, que pretende garantir recursos do Orçamento de 2008. A decisão da segunda colocada em assumir as obras tem o apoio do Dnit e de acordo com Sílvio Duarte Melo, a previsão é de que as obras sejam retomadas em março de 2008.

Segundo o ex-prefeito de Lavras, Carlos Alberto Pereira, problemas técnicos do projeto e financeiros da empreiteira vencedora da licitação, a Tratemge, fizeram com que a obra não fosse para a frente. Ele destacou que a obra é de fundamental importância para a cidade de Lavras, que tem 90 mil habitantes, e a região do Sul de Minas. Defendeu ainda que as lideranças caminhem juntas para finalizar "o sonho da cidade que começou em 2001", disse.

A importância da obra e da união das autoridades, sem viés político ou partidário, foi destacada por diversos vereadores presentes na reunião, entre ele Marcos Possato. "Queremos sensibilizar as autoridades para a importância desta obra para a região", ressaltou Possato, após lembrar a importância de Lavras, que tem dois distritos industriais e mão-de-obra qualificada.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Sebastião dos Santos, também salientou que a obra é essencial para o Sul de Minas. O autor do requerimento para o debate e presidente da comissão, deputado Gustavo Valadares (DEM), também destacou que a Assembléia veio desprovida de intenção político ou partidária para exercer seu papel, de interiorizar seus trabalho. "Nada melhor do que um audiência pública para aproximar ainda mais o relacionamento dos representantes do povo mineiro no Legislativo estadual com a população", afirmou Gustavo Valadares.

O deputado Paulo Cesar (PDT) destacou também o projeto de interiorização da Assembléia para ouvir as autoridades e lideranças. "Todos sabemos da importância da obra, que não foi concluída por irresponsabilidade da construtora. Agora temos a notícia que esta obra vai reiniciar", afirmou Paulo Cesar. "É importante que todas as lideranças se unam não só para esta obra, mas para outras importantes para região", completou.

Também estiveram presentes o reitor da Universidade Federal de Lavras, Antônio Nazareno, a prefeita de Ijaci, Maria Horaci Oliveira, o prefeito de Itumirim, Geraldo Magno Fernandes e o presidente do Sindicato dos Transportes, Geraldo de Melo Ferreira.

08/12/07
Postagem Anterior Próxima Postagem