Vereador pede documentação que justificou o aumento nas passagens de ônibus em Lavras

O vereador Antonio Claret dos Santos (foto), o Coronel Claret, apresentou nesta segunda-feira (4) um requerimento na Câmara Municipal de Lavras, pedindo ao prefeito José Cherem esclarecimentos sobre itens constantes no processo administrativo, que subsidiou a concessão de aumento nas tarifas do transporte coletivo urbano no município.

Entre as informações requeridas pelo vereador estão número de funcionários, com salários e custo real dos funcionários por veículo, número de passageiros com direito à gratuidade e documentos comprobatórios de investimentos em equipamentos imobiliários na garagem de Lavras. O vereador pediu também esclarecimento sobre o valor lançado no campo “Locação de Garagem."

No requerimento o parlamentar pede ainda que seja incluído o valor referente a receita advinda da exploração de propaganda nas traseiras dos ônibus, no cômputo da tarifa, em cumprimento a Política Nacional de Mobilidade Urbana, regulamentada pela lei Federal 12.587/2012 e ao contrato número 092/2002, em sua cláusula oitava.

O aumento foi autorizado em outubro do ano passado pelo prefeito José Cherem, através do decreto Nº 15.042, publicado no Diário Oficial do município. O valor da passagem passou de R$3,30 para R$3,50.

O transporte público de passageiros em Lavras é municipalizado, ou seja, para acontecer um aumento, incluir linhas novas, etc, é necessário passar primeiro pelo aval da prefeitura.

No último dia 31 de janeiro, o vereador Coronel Claret havia postado em seu perfil no Facebook uma denúncia sobre possível uso de “informações falsas” no processo para aumento no valor das passagens. Após a repercussão, a postagem foi apagada.

05/02/19
Postagem Anterior Próxima Postagem