Obras do Presídio de Lavras começam nesta semana

Obras do Presídio de Lavras começam na próxima semana

Lavras vai receber um novo presídio com capacidade para 628 detentos. A pedra fundamental, símbolo do início do projeto, foi lançada na sexta-feira (26/5) com um evento no local.

As obras começarão nesta semana.

A unidade será referência em tecnologia, automação e ressocialização e é fruto de um termo de compromisso firmado entre o Governo de Minas, o Ministério Público e a empresa Vale.

O novo presídio trará reforços para a segurança da cidade, com o aumento do número de policiais penais presentes no município. Também resultará na desativação da atual unidade, localizada em área urbana – o que é uma antiga demanda da população local.

O secretário adjunto de Justiça e Segurança Pública, coronel Edgard Estevo, destacou, durante o evento, que a secretaria trabalha a todo tempo com a diretriz do Governo do Estado de garantir segurança pública e Justiça cada vez mais eficientes à população.


"É o que estamos fazendo nesse momento, com a estrutura que está sendo lançada nesse dia. A nova unidade prisional de Lavras vai dar melhores condições de segurança e de ressocialização", afirmou Edgard Estevo.


Projeto inovador


Entre as inovações do novo Presídio de Lavras, podem ser citadas a automatização total da abertura e do fechamento das celas; peças antivandalismo em banheiros; andar superior para controle e vigilância dos policiais penais – com expressiva redução do contato dos servidores com os detentos –; e sistema de videomonitoramento nas áreas de celas.

A estrutura também permitirá que atividades de ressocialização e profissionalização sejam potencializadas. Serão construídos galpões de trabalho para instalação de empresas na unidade, salas de aula, biblioteca, consultório médico e odontológico, parlatórios equipados para videochamadas, entre outros.

A promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Execução Penal do Ministério Público, Paloma Coutinho Caballido, presente no evento da pedra fundamental, fez, inclusive, menção à inovação desse projeto e sua vocação para ampliar as chances de recuperação dos presos. 


"A construção dessa unidade é muito importante para que a gente consiga dar o cumprimento efetivo da pena, de forma humanizada. Para o Ministério Público, é muito importante a ressocialização dos indivíduos que cometeram crimes e, também de forma coletiva, o cumprimento justo da pena", ressaltou Paloma Coutinho Caballido.


Entrega em 30 meses


A obra será executada pela Vale. De acordo com o diretor de projetos da empresa, Rogério Galvão, o terreno já foi limpo e a terraplanagem será iniciada na próxima semana. A previsão de entrega é de 30 meses.

O projeto do presídio foi desenvolvido pela Vale em parceria com o Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG) e a Subsecretaria de Gestão Administrativa, Logística e Tecnologia (Sulot), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Após a conclusão das obras, a administração da unidade será de responsabilidade do Governo do Estado e seguirá todas as normas e procedimentos do Departamento Penitenciário de Minas Gerais.

A construção do presídio de Lavras é parte do termo de compromisso que busca garantir, que forma preventiva, a segurança de servidores, visitantes e presos de sete unidades prisionais próximas a barragens. Algumas dessas unidades, inclusive, como Itabirito, Rio Piracicaba, Sabará e Itabira, já foram desativadas. As demais – em Congonhas, Barão de Cocais e Nova Lima – possuem planos de emergência, elaborados pelo Corpo de Bombeiros Militar, Defesa Civil e Sejusp. "Estamos aqui, com muito orgulho, honrando esse compromisso. É um projeto que muito nos orgulha por toda a sua concepção", ressaltou o diretor da Vale, Rogério Galvão.

Além de Lavras, outra unidade, também fruto da parceria entre o Governo do Estado, o Ministério Público e a Vale será erguida, nos mesmos moldes, em Poços de Caldas, também no Sul de Minas.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال