Lavras têm faixa de frequência do 5G liberada

Lavras têm faixa de frequência do 5G liberada

 

A partir da próxima segunda-feira (18), a faixa de 3,5 GHz estará liberada para a ativação de estações de 5G standalone em Lavras e mais 211 municípios brasileiros. Operadoras que adquiriram lotes nesta faixa poderão solicitar à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) o licenciamento e ativação de estações da quinta geração de dados móveis. 

A Anatel destaca que essa liberação da faixa não significa que redes do 5G serão instaladas de imediato nas localidades. A instalação antecipada de estações de quinta geração depende do planejamento individual de cada prestadora.

No total, já são 2.024 municípios em que a faixa de 3,5 GHz foi liberada, onde vivem mais de 150 milhões de brasileiros – cerca de 70% da população do País.

Das 212 cidades em que a faixa será liberada, 110 ficam localizadas no Paraná; 55 no Rio Grande do Sul; 18 no Rio de Janeiro; 14 em Minas Gerais; 10 em Santa Catarina e 5 no Espírito Santo. Importante ressaltar também que, com essa liberação, todos os municípios do Rio de Janeiro já possuem a faixa do 5G liberada.

A liberação foi anunciada na tarde desta quarta-feira (13) em coletiva de imprensa realizada na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília (DF), após a 22ª Reunião Ordinária do Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência na faixa de 3.625 a 3.700 MHz (Gaispi).

No entanto, as liberações são importantes para garantir que, com o cumprimento das obrigações do Leilão do 5G, os benefícios da quinta geração de dados móveis cheguem ao maior número possível de brasileiros, segundo avaliação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho. "As vantagens do 5G vão muito além do uso de dados pelos cidadãos em seus dispositivos móveis. A segurança, a educação, a saúde e muitos outros serviços públicos são impulsionados pelo 5G, além, claro, dos inúmeros avanços para a indústria."


Kits de TV Digital 


A liberação da faixa de 3,5GHz para o 5G significa que as tradicionais antenas parabólicas de televisão vão parar de funcionar (porque utilizam a mesma faixa de frequência). Por essa razão, esses equipamentos precisam ser substituídos pelas parabólicas digitais, a fim de evitar eventuais interferências. Pessoas que recebem sinal pela antena espinha de peixe ou por antena digital interna não precisam realizar a troca.

O Governo Federal oferece kits gratuitos para famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). É fundamental que seja realizado agendamento para a instalação dos novos equipamentos. Até esta quarta-feira (13), mais de 1 milhão de kits gratuitos já foram distribuídos e, até o fim de setembro, esse número deve chegar a 1,1 milhão. De acordo com levantamento do Gaispi, 5,5 milhões de famílias do CadÚnico ainda devem ser beneficiadas com a distribuição.

Para lares não inscritos no CadÚnico, a nova parabólica digital já pode ser adquirida e instalada em qualquer lugar do Brasil. Mais informações estão disponíveis no site Siga Antenado


Fonte: Ministério das Comunicações

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال