Copasa sob pressão: Lavras busca alternativas para abastecimento de água

Torneira de metal

A falta constante de água tem sido uma dor de cabeça para os moradores de diversos bairros em Lavras. Nas redes sociais, as reclamações da população se multiplicam, e a pressão sobre a administração municipal para resolver esse problema é cada vez maior.

Em comunicado à imprensa nesta terça-feira (5), a Prefeitura de Lavras esclareceu que o serviço de abastecimento de água está sob a responsabilidade da Copasa desde 2004. A administração municipal, ciente das dificuldades enfrentadas pelos cidadãos, tem tomado medidas administrativas para coibir as falhas no fornecimento de água pela empresa.

Segundo a nota oficial, um processo administrativo está em andamento para apurar todos os fatos relacionados ao abastecimento. Três multas já foram aplicadas à Copasa por descumprimento do contrato. Além disso, diante da precariedade dos serviços, a prefeitura iniciou um estudo para a contratação de uma nova empresa de fornecimento de água.

Recentemente, a Copasa anunciou a conclusão da última etapa da interligação da nova adutora de água bruta em Lavras. Essa fase final conecta a captação no rio Grande à Estação de Tratamento de Água (ETA) da cidade. O investimento total na duplicação da adutora ultrapassou R$ 23 milhões, com a implantação de 8,5 mil metros de tubulação.

A expectativa é que essa melhoria resulte em um aumento de aproximadamente 42% na oferta de água para os moradores, garantindo maior estabilidade mesmo durante períodos de estiagem. A população aguarda ansiosamente por soluções efetivas que resolvam de vez o problema da escassez hídrica em Lavras.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

نموذج الاتصال