Covardia: PM socorre mulher espancada por ex-marido

A PM foi acionada na noite desta sexta-feira (22) e por volta das 19:30 compareceu à Rua “E”, Bairro Campestre I, onde segundo denúncias anônimas, havia uma mulher sendo espancada.

No local, os militares depararam com a vítima M. T. A. de C., 41 anos, completamente coberta de sangue, no chão também havia grande quantidade de sangue e várias garrafas vazias quebradas.

A vítima apresentava corte profundo na região frontal direita, edema facial, hematoma biocular, sangramento nasal, lesão e corte no crânio, havendo 03 (três) fraturas no crânio e fratura nasal, conforme relatório médico, sendo a mesma socorrida pela Viatura do Resgate BM.

Conforme relato da testemunha, o autor das agressões, R. de S., 59 anos, é ex amásio da vítima. Os militares deslocaram até a residência do suspeito, porém não conseguiram localizá-lo.

Lei Maria da Penha

Caso seja capturado pela PM, o agressor pode ser a primeira pessoa a ser detida em Lavras depois que a Lei Federal conhecida como Maria da Penha entrou em vigor no País. Criada com o número 11.340, a lei estabelece mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher. Se for condenado, o agressor poderá pegar de três meses a três anos de detenção.

23/09/06
Postagem Anterior Próxima Postagem