Prefeito de Lavras tem mandato cassado por abuso de poder econômico

O prefeito de Lavras, Marcos Cherem (PSD), e o vice dele, Aristides Silva Filho (PSD), tiveram os mandatos cassados pela terceira vez nesta terça-feira (18) por abuso de poder econômico durante as eleições do ano passado. Além disso, a decisão assinada pelo juiz Rodrigo Melo Oliveira, torna ambos inelegíveis por oito anos.

Segundo o juiz, Cherem teria gasto R$ 700 mil na contratação de 648 prestadores de serviço para a campanha enquanto era candidato. As contratações representam 1% do eleitorado de Lavras, o que caracteriza abuso de poder econômico.

Como já aconteceu nas outras duas vezes em que teve o mandato cassado,dias 9 de abril e 11 de junho,  Marcos Cherem deve permanecer no cargo até o julgamento final do caso para confirmar a permanência no comando da prefeitura de Lavras por mais três anos e meio.

18/06/13
Postagem Anterior Próxima Postagem