-->

Sindicato dos servidores municipais de Lavras entra na Justiça contra o prefeito José Cherem

Prefeito de Lavras,  José Cherem (PSD)
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Lavras (SISPMUL) recorreu à justiça nesta sexta-feira (3), para exigir que a administração do prefeito José Cherem (PSD) pague ao funcionalismo municipal os salários referentes ao mês de dezembro e também o 13º salário dos servidores.

O presidente do sindicato, Euislis Rodrigues da Silva, o Willian, disse que decidiu acionar o setor jurídico da entidade depois que, segundo ele, não recebeu respostas aos ofícios enviados ao executivo municipal, com pedidos de esclarecimentos sobre o pagamento dos vencimentos em atraso.

Para o Executivo, nós tivemos uns três a quatro ofícios. Para o chefe imediato de patrimonial também foram uns três ofícios que não obtivemos resposta e para o RH para levar ao conhecimento do que se tratava, de servidores que estavam tendo perda salarial, isso também não obteve resposta”, lamentou.

No dia 20 de janeiro, cerca de 290 servidores, que ganham até R$1.000,00, tiveram os salários, referentes ao mês de dezembro, depositados em suas contas. Mas apesar disso, segundo o sindicalista, cerca de 90% dos funcionários da prefeitura ainda estão sem receber o salário de dezembro e o décimo terceiro.

No pedido de liminar, que será analisado pela justiça nos próximos dias, a assessoria jurídica do sindicato chama a atenção para o fato do prefeito José Cherem ter "pulado" a folha de pagamento do mês de dezembro, juntamente com o 13º salário.

"Ocorre que inacreditavelmente o gestor municipal simplesmente “pulou” a folha de pagamento do mês de dezembro, juntamente com o 13º salário, pagando integralmente a folha de pagamento do mês de janeiro, isso na data de 20/01/2017. Ou seja, além de “pular” a folha de dezembro, o impetrado ainda quitou integralmente os vencimentos dos servidores, inclusive dos que acabaram de ser contratados e nem mesmo haviam trabalhado durante todo o mês de janeiro", diz o documento.

O texto também diz que "durante as suas campanhas políticas os futuros gestores fazem diversas
promessas à população, criando na mentalidade dos cidadãos eleitores o sonho de que seus interesses irão se sobrepor aos interesses pessoais de seu gestor e que o respeito ao ordenamento jurídico, à ética e à moralidade administrativa, serão as marcas de cada novo governo que se pretende inaugurar. Com os servidores públicos de Lavras, tal situação não foi diferente, eis que foram ludibriados com a promessa de que os salários dos servidores seriam pagos em dia e que esta seria uma constante em sua gestão".

A Assessora Jurídica do Sindicato dos Servidores Municipais, Dr. ª Lívia Márcia Gama e Silva, explicou porque a entidade entrou com um mandado de segurança contra o prefeito José Cherem. “O sindicato preza pela conversa. Nós oficializamos ao município para obter alguma resposta e, como não ocorreu essa resposta, o próximo passo é ingressar com um mandado de segurança. Porque o município, ao não pagar o salário dos servidores, ele fere direito líquido e certo deles, de receber o salário em dia, que eles trabalharam efetivamente. Então a medida judicial é o mandado de segurança para que eles recebam o salário integral de dezembro e o décimo terceiro que estão em aberto”, afirmou.

 ■ Leia também:

MGS abre Processo Seletivo Público Simplificado
A Minas Gerais Administração e Serviços S.A. –, empresa pública estadual, abriu o Processo Seletivo Público Simplificado para preenchimento de vagas em diversas localidades do estado.
Mineiro que fez mil pontos na redação do Enem vai cursar Letras na Federal de Lavras
O estudante Fabrício José da Silva alcançou a pontuação máxima na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mil pontos.


Gostou? Então compartilhe!

Tags: ,

Comente esta notícia

LEIA AS REGRAS: Comentários que contenham palavrões, ofensas ou que não tenham relação com o assunto tratado na notícia podem ser deletados sem nenhum aviso. Em hipótese alguma faça propagandas de outros sites ou blogs. OBS: Os comentários dos leitores não refletem a opinião de O LAVRENSE
Comentário(s)
9 Comentário(s)

9 comentários:

  1. Anônimo20:39

    Começou mal...

    ResponderExcluir
  2. O trabalho esta de volta! Só que não.

    ResponderExcluir
  3. Eliane17:02

    Esse pessoal ta muito afoito. o cara tem que ter tempo de arrumar a casa e colocar tudo em ordem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo23:38

      #concordo. Estratégia política para criar polêmica.

      Excluir
  4. Anônimo23:38

    Eu nao tenho duvida de que prefeito vai fazer e esta fazendo de tudo para normalizar a situaçao financeira de nos funcionarios e colocar a cidade na rota do desenvolvimento. Tudo de bom pra todos.

    ResponderExcluir
  5. Tomás07:44

    O Silas c..ou na cabeça dos servidores e de Lavras por mais de 2 anos, atrasou salários, pensões, aposentadorias, fornecedores e o sindicato ficou pianinho, quietinho. Entra o prefeito novo, não dá cargos para os cupinchas do sindicato, paga em dia o salário de janeiro (adiantado), quita o salário de dezembro ATRASADO PELO SILASCAMOS e o sindicato entra na justiça. Só rindo, KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlos08:51

      Sai pra lá pela saco! A verdade é que saiu o Silas entrou Cherem e as coisas só pioraram. O Silas tambem foi acionado na justiça e PERDEU. com o Zé não vai ser diferente aliás vai ser até mais facil..rsrs Prefeito que PULA folha de pagamento, isso é RIDICULO!

      Excluir
    2. Anônimo10:34

      Esse "Carlos" deve ter perdido a boquinha...

      Excluir
  6. é o "xoque de jestão" do zé kkkkkkkk

    ResponderExcluir